Sempre ouvimos falar que a rua é um mundo a parte, pois ela engloba vários mundos e é extremamente flexível, pois se adapta a cada nova manifestação, se encaixa a cada nova era e forma continuamente a comunhão dos povos e das raças. O processo natural das ações só se altera quando é perdido o respeito no Mundo da Rua. Para abrigar todos é necessário respeitar todo tipo de expressão. Onde há respeito, há inevitavelmente diálogo, onde há diálogo, há luz para a escuridão, há dança, há música e há a verdadeira celebração – a festa dos povos!

Para adentrar os corredores desse universo ilimitado, é preciso se desprender dos conceitos, pois os muros brancos ganham cores fortes, imagens abstratas, sentimentos diversos que são agitados nas mãos e liberados na ponta dos dedos. O gatilho é uma lata de tinta spray que vai redefinindo o ambiente. Todas as imagens são frutos da mente humana, como um jovem pensa, o que sente, quais são suas ambições e como ele traduz o mundo ao seu redor.

Se fossemos bater um papo com os mestres da psicologia, arteterapia e de comunicação e semiótica encontraríamos informações extremamente ricas a respeito dessa arte que já renderam muitas teses. No entanto, grande parte da população simplesmente  torce o nariz dominadas por um preconceito assustador. E para que haja comunhão, há a necessidade do respeito. A falta dele gera o caos.

A Rua é o lugar de todos

A Rua é expressão

O Mundo que ela carrega

É impossível decifrar!

O vermelho da tinta

clama pelo sangue

desvalorizado!

É só tinta no asfalto

Não, não, não Irmão!

É vida!

Abatida pela arrogância

dos que não sabem compartilhar!

A dança é ritimada

As frases quase soletradas

chamam a atenção!

Tudo tem uma mensagem

Tudo tem uma dimensão

Que abarca os muros

Faz deles seus mundos

De luta

valor

Inclusão!

A Galeria Visões Humanas é sua BONGA!

Bonga é um dos nomes mais importantes do Graffiti no Brasil, tendo iniciado sua arte urbana em 1996, através da influência da cultura Hip Hop. Suas intervenções são baseadas em origens sociais, culturais e étnicas.

Desenvolve ações sócio-culturais como educador de arte desde 2000, participando de muitos projetos para incentivar a arte urbana para crianças e adolescentes por meio de oficinas, reuniões, debates e programas sobre cultura hip-hop, patrocinado por vários municípios e governos estaduais e federais.

Hoje uma Homenagem Especial ao Dia da Consciência Negra

Share →

One Response to Galeria Visões Humanas – Mundo da Rua

  1. Alycia disse:

    whoah this blog is great i love reading your posts. Keep up the great work! You know, a lot of people are looking around for this info, you can help them greatly.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *